Final de Ano

Oração Celta de Benção

 

No dia que o peso apoderar-se dos teus ombros e tropeçares,

que a argila dance para equilibrar-te!

 

E, quando teus olhos congelarem por trás da janela cinzenta,

e o fantasma da perda chegar a ti…

que um bando de cores índigo, vermelho, verde

e azul celeste, venha despertar em ti

uma brisa de alegria.

 

Quando a vela se apagar no barquinho do pensamento

e uma sensação de escuro estiver sobre ti,

que surja para ti uma trilha de luar amarelo

para levar-te a salvo pra casa.

 

Que o alimento da terra seja teu!

Que a claridade da luz te ilumine!

Que a fluidez do oceano te inunde!

Que a proteção dos antepassados

esteja com você!

 

E assim…

que um vento teça essas palavras de amor, a tua volta,

um invisível manto para zelar por tua vida, onde estiveres.

 

Que assim seja!!

E assim se faça.

RITUAIS RGB.png

O que é?

Essencialmente abrir-se a abençoar e ser abençoado pela Graça Divina que somos e partilharmos. Por este motivo, começo com a Oração Celta de Bençãos.

Somos seres gregários, comunitários e ritualísticos!!

Esta reunião propõe união, desfrutando da força energética que se manifesta em grupo e se potencializa exponencialmente com intenção de harmonia convergente para um objetivo comum.

 

O ritual se estabelece por um fluxo energético com foco claro e transparente, expressado abertamente e explanado amplamente sobre o ancoramento das intenções, com utilização de elementos simbólicos e significativos.

 

É um processo de cunho energético e espiritual, na vibração da Divina Presença EU SOU, da Consciência e Energia Crística e sua Egrégora de Luz.

shutterstock_1816882991 (Cópia).jpg

Todo o ritual é cunhado na força das Tríades Sagradas, como a Chama Trina do Coração, formatado nos múltiplos de três.

shutterstock_1926486164 (Cópia).jpg

Tem, por intenção genuína do coração, honrar o ano que se encerra por tudo que abarcamos e abrir-se para o novo ciclo com fé e esperança no porvir, exercendo a tecnologia espiritual da gratidão.

Independente das perspectivas que um ano novo possa apontar, o que faz mesmo diferença é como nós lidamos com os acontecimentos!!

 

Nossas escolhas frente a cada circunstância, das mais felizes às mais adversas... E nessa onda que oscila no fluxo da vida, uma virtude importantíssima é a SERENIDADE!!

Como é realizado?

O grupo de participantes, a data realizada, o valor de troca e toda formatação são múltiplos de 3. São esclarecidos todos os elementos que compõem o ritual para que todos os participantes estejam absolutamente conscientes das energias que serão atuantes durante o evento.

O altar sagrado é construído com a representação dos 4 elementos (Terra, Fogo, Água e Ar), acrescentando-se outros símbolos significativos que variam de acordo com as energias vibracionais vigentes ou de intenções estabelecidas. Por exemplo, flores, frutas, cores, aromas, cristais, inclusive podendo-se adotar troca de presentes (apenas de valor simbólico e significativo).

shutterstock_1047707809 (Cópia).jpg
shutterstock_1560547622 (Cópia).jpg

A intenção do ritual é sustentada por meio da energia das Tríades Sagradas, expressas pelo número 3, com consciência do Ofício do Cristo: Mestria, Autorresponsabilidade, Consciência EU SOU. O qual foi manifestado na Terra através do Cristo Jesus: “Eu SOU o Caminho, a Verdade e a Vida”.

Prosseguimos com o alinhamento vibracional orientado e inspirado pelos Arcturianos e depois com o alinhamento da Divina Presença EU SOU, seguido do ancoramento do Círculo de Proteção.

Fazemos reverência ancestral no exercício das tecnologias espirituais: compaixão, aceitação, perdão e gratidão. Referenciamos as Leis Sistêmicas: ordem, pertencimento e equilíbrio.

Manifestamos espiral de limpeza, purificação, harmonização e recalibragem.

Estabelecemos conexão com o Conselho Cármico, processo que agreguei ao Ritual de Final de Ano visando refletir sobre nossas ações, atitudes e processos pessoais, para melhor elaboração do aprendizado no período.

Continuamos com a abertura do coração (pilar de sustentação) em vibração com o Cocriador interior para o novo ano e suas inúmeras possibilidades e regências. Expressamos as intenções genuínas do coração para abundância e prosperidade.

 

Esclareço que o fluxo é intuído a cada ano, podendo conter um formato variável ou ter a ordem dos procedimentos alterada.

 

shutterstock_2076124921 (Cópia).jpg

Ao término do ritual, celebramos e desfrutamos todos juntos de uma mesa com alimentos, como símbolo de amor, fartura e prosperidade!

shutterstock_1903786744 (Cópia).jpg

Para que serve?

A vida pede autossustentação, liberdade, autonomia, originalidade, além de força interior para lidar com adversidades e desafios. É inerente à história de qualquer pessoa passar por tais processos durante a progressão e aprendizado.

Neste ritual proponho nos unirmos para relembrarmos nossas potencialidades, do Ser Divino que somos, e assim olharmos para nosso “retrovisor” validando nosso caminho até então percorrido.

 

Então, conectados ao nosso Eu Superior e ao Grande Espírito, centrados em nossa própria Luz, seguirmos confiantes para um novo ciclo que se inicia, com serenidade e em estado de contentamento.

O ritual também serve para honrar, conscientemente, a força dos ancestrais, do universo, da Mãe Terra e da Sabedoria do Espírito através do chakra cardíaco, sustentando cada um a sua própria energia da Chama Trina e Consciência de:

  • Ordem, pertencimento e equilíbrio

  • União

  • Cooperação

  • Consciência

  • Focalização

  • Presença

  • Autossustentação

  • Força

  • Mestria

  • Cocriação

  • Confiança na rede

shutterstock_1818206390 (Cópia).jpg

Quem desenvolveu?

Em 2016, recebi a inspiração de me abrir ao convite para uma reunião de grupo, no qual juntos pudéssemos expressar gratidão pelo ano vivido e renovar nossa esperança para o porvir, confiando no merecimento da abundância e prosperidade, na saúde, no amor, na alegria, além de força para os desafios.

 

Desde então, tornou-se um evento que venho repetindo a cada ano, cada vez mais consciente do valor, da força, da graça e benção deste trabalho.

shutterstock_1717856833 (Cópia).jpg

Apesar das regências e significados globais de cada ano (por exemplo, planeta regente, cor do ano, dentre outras previsões), que inclusive procuro estudar e elucidar em contribuição ao grupo, percebo que o mais importante é como nós nos abrimos às novas perspectivas de forma amadurecida e não mais idealizada, confiando em nossa própria força e luz.

 

Portanto, “Ritual de Passagem” ou de “Encerramento” ocorre dia após dia, nos fazendo lembrar do “Orai e Vigiai” dia sim e outro também! Este encontro é apenas o gatilho dessa poderosa lembrança.

Deixo abaixo um presente, o qual alguém de coração inspirado expressou intenções tão maravilhosas que adotei para mim, e compartilho com todos vocês: a Oração Celta do Amor.

 

Com amor e gratidão!

Sonia Monteiro

Oração Celta do Amor

shutterstock_1807698250 (Cópia).jpg

Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente ódio.

Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.

Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.

 

Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.

Que a música seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.

 

Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.

 

Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.

Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.

 

Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.

 

Que em cada amigo o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.

 

Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.

 

Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível tocando o centro do teu ser eterno.

 

Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.

Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!

 

Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida

sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.

Aquele amor que não se explica, só se sente.

 

Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.

Que a estrada se abra à sua frente.

Que o vento sopre levemente às suas costas.

Que o sol brilhe morno e suave em sua face.

 

Que respondas ao chamado do teu Dom e encontre a coragem para seguir-lhe o caminho.

Que a chama da raiva te liberte da falsidade.

 

Que o ardor do coração mantenha a tua presença flamejante e que a ansiedade jamais te ronde.

Que a tua dignidade exterior reflita uma dignidade interior da alma.

Que tenhas vagar para celebrar os milagres silenciosos que não buscam atenção.

 

Que sejas consolado na simetria secreta da tua alma.

Que sintas cada dia como uma dádiva sagrada tecida em torno do cerne do assombro.

Que a chuva caia de mansinho em seus campos...

 

E, até que nos encontremos de novo...

Que os Deuses lhe guardem na palma de suas mãos.

Que despertes para o mistério de estar aqui e compreendas a silenciosa imensidão da tua presença.

 

Que tenhas alegria e paz no templo dos teus sentidos.

Que recebas grande encorajamento quando novas fronteiras acenam.

Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.

Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.

 

Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!