“Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração.

Quem olha para fora, sonha.

Quem olha para dentro, acorda.”

Carl Jung

PSICOTERAPIA.png

O que é?

Conceitualmente, psicoterapia é uma prática do profissional graduado em Psicologia dedicado à área clínica. Constitui-se por um processo científico de compreensão, análise e intervenção terapêutica que se realiza através da aplicação de métodos e técnicas psicológicas reconhecidos pela ciência, pela prática e pela ética profissional. Tem sua função regulamentada no Conselho Federal de Psicologia.

 

Tem o objetivo de promover a saúde mental e propiciar condições para o enfrentamento de conflitos e/ou transtornos psíquicos de indivíduos ou grupos. Entretanto esta prática não é exclusiva do psicólogo.

 

shutterstock_704133034 (Cópia).jpg

O psicólogo é proibido, pelo Código de Ética, de usar sua profissão para induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas, de orientação sexual ou a qualquer tipo de preconceito.

 

A palavra psicoterapia tem origem grega: “Psyche” significa mente e “therapeuein”, curar.

Contudo, minha interpretação da Psicoterapia é que se trata de prática essencial para o desenvolvimento humano, processo dedicado ao autoconhecimento, que na minha opinião, é o maior patrimônio a ser construído durante a vida de qualquer pessoa. Independente de qualquer necessidade emergente ou específica, visando o equilíbrio para a saúde mental, emocional, energética e espiritual.

 

De forma ampla, objetiva auxiliar o indivíduo a resgatar aquilo que corresponde à sua essência, ou seja, a viver de acordo com aquilo que ele realmente é, para integrar aspectos inconscientes à consciência e estabelecer um equilíbrio entre mundo interno e externo.

Como é realizada?

“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.”

Carl Jung

É realizada por meio do encontro entre Psicoterapeuta e Paciente, que se dá por uma afinidade de abordagem e postura, onde ambos podem estabelecer um vínculo genuíno, de confiança e produtividade.

Como associo meu trabalho ao universo quântico, acredito que este encontro aconteça por pura ressonância e sincronicidade, uma atração vibracional, sobre o qual costumo dizer que cada psicoterapeuta atrai o paciente certo, que merece, e vice e versa.

O processo é orgânico e fluido, uma união frente aos mesmos objetivos, no qual terapeuta e paciente trabalham juntos para reencontrar o caminho que leva o paciente à autodescoberta de sua própria essência, num destino mais saudável, equilibrado e feliz. 

Qualquer situação que tenha lhe causado algum desconforto pode ser analisada e refletida.

 

shutterstock_1786783613 (Cópia).jpg

O terapeuta buscará compreender, simbolicamente, o que aquela situação está representando para o paciente que, por sua vez, começa a compreender melhor a si mesmo e como se relaciona no mundo e com o mundo.

 

Além da descrição das próprias emoções do paciente, o terapeuta poderá observar atitudes diante diferentes cenários, das mais variadas situações vividas pelo paciente.

shutterstock_1869893137 (Cópia).jpg

Para que serve?

“Tudo aquilo que não enfrentamos em vida acaba se tornando o nosso destino.”

Carl Jung

A Psicoterapia segue o ritmo, caminhos emocionais e psíquicos do paciente, o que inclui suas necessidades pontuais, de acordo com o próprio fluxo da vida. Não é rígida e não é linear, funciona de forma espiral, ou seja, é possível que uma questão volte ao foco em diversos momentos, entretanto sendo observada e olhada por um novo olhar, um novo ângulo, de um novo lugar, atingido pelos avanços do processo.

A Psicoterapia serve para que o indivíduo ou grupo, desenvolva autonomia e independência emocional e possa lidar com as variadas situações de sua vida de maneira saudável, consciente e amadurecida.

A natureza humana compreende uma complexidade de comportamentos e influências diretas ou indiretas para que seja manifestada, portanto não existe uma receita básica aplicável de forma homogênea. Sendo sim, é preciso um processo investigativo para compreensão e elucidação do inconsciente de cada pessoa e, também, experimental para novos padrões mais assertivos, viáveis e factíveis ao paciente, promovendo bem estar e harmonia.

 

Vale mencionar que a Psicoterapia deixa de ter um cunho de tratamento frente a algum tipo de distúrbio e passa a agir de forma ampla e irrestrita para o desenvolvimento do Ser, bem como para o exercício de suas potencialidades.

Quem desenvolveu?

“O encontro de duas personalidades assemelha-se ao contato de duas substâncias químicas:

se alguma reação ocorre, ambos sofrem uma transformação.”

Carl Jung

shutterstock_1231445719 (Cópia).jpg

A Psicoterapia, como um processo de cura, pode ser observada historicamente em diversas tradições desde a antiguidade, em práticas não convencionais, sistematizadas, estruturadas ou regulamentadas, com o objetivo de restaurar e preservar aspectos da saúde mental.

 

“Psicoterapia era, em 1904, um método de trabalho pertencente à medicina, que procurava curar as doenças ditas nervosas por meios psíquicos e não por meios físicos. [...] Para ambos os tipos de neurose, Freud recomendava tratamento psíquico, isto é, por meio de uma conversa terapêutica – a psicoterapia.”

Renato Mezan, 1996, p.95 e 96.

 

Portanto, a partir da atuação de Sigmund Freud, a Psicoterapia passa a se constituir um processo estruturado e sistematizado e novos pensadores e teóricos foram surgindo nos estudos da natureza psíquica humana.

shutterstock_278514176 (Cópia).jpg

Neste fluxo da minha vida pessoal e profissional, venho me dedicando ao autodesenvolvimento de forma contínua. Por um longo período usufruí de Psicoterapias convencionais, que incluem a Psicanálise (Freudiana) e a Terapia Analítica (junguiana), mas quando me abri para a Expansão de Consciência, passei a desfrutar de metodologias transpessoais, o que me trouxe maior abrangência e profundidade na visão e entendimento de mim mesma.

“A Psicologia junguiana, também conhecida como Psicologia Analítica, é a abordagem psicológica baseada na filosofia e nas ideias do psiquiatra e teórico Carl Gustav Jung. Essa vertente da psicologia busca compreender a mente humana em suas complexidades e experiências pessoais por meio de uma análise geral do indivíduo.”

Pós Estácio - O papel da abordagem junguiana na psicologia clínica (posestacio.com.br), 2019, acesso em 15/09/2021.

 

Freud e Jung, portanto, são os precursores mais significativos da Psicologia e Psicoterapia modernas.

Minha contribuição

“Quando pensamos, fazemo-lo com o fim de julgar ou chegar a uma conclusão;

quando sentimos, é para atribuir um valor pessoal a qualquer coisa que fazemos.

Só aquilo que somos realmente tem o poder de nos curar.”

Carl Jung

A Psicologia é minha paixão desde a infância, realizei este sonho entre 1985 e 1990. Desde então trabalho com pessoas e estudo continuamente os vários aspectos da natureza humana. Há 11 anos virei minha carreira para iniciar minha atuação efetiva como Psicoterapeuta.

 

Neste fluxo da minha vida pessoal e profissional, venho me dedicando ao autodesenvolvimento de forma contínua. Por um longo período usufruí de Psicoterapias convencionais, que incluem a Psicanálise (Freudiana) e a Terapia Analítica (junguiana), mas quando me abri para a Expansão de Consciência, passei a desfrutar de metodologias transpessoais, o que me trouxe maior abrangência e profundidade na visão e entendimento de mim mesma.

Aqui, ressalto que tenho uma “alma junguiana”, embora tenha absoluto respeito e admiração por Freud, me considero intimamente ligada à filosofia e pensamento junguiano, por sua natureza espiritual, simbólica e arquetípica.

 

No entanto, quando me perguntam qual linha da Psicologia eu adoto no atendimento psicoterapêutico, eu respondo que hoje sou a soma de todos os conhecimentos que adquiri formal e informalmente, todas as minhas experiências de vida e a soma de todas as percepções durante os trabalhos que estive à frente. 

Portanto, coloco a serviço tudo o que eu me tornei e, principalmente, todo amor e disposição para o

shutterstock_1362990305 (Cópia).jpg

processo, atuando em verdadeira companhia ao paciente (que prefiro chamar de cliente), para que ele se sinta apoiado, seguro e num lugar de abrigo enquanto divide suas dores, sua história, seus medos, dúvidas, sonhos, desejos e perspectivas comigo. Juntos, podemos caminhar para um destino de cura, desenvolvimento de potencialidades, expansão de consciência, maturidade, num movimento de adultecer e individualizar.

 

Creio que minha visão e experiência sistêmica contribuam efetivamente para o processo, em conjunto com minha essência espiritualista e consciência do universo quântico.

shutterstock_1819209539 [Converted] (Cópia).jpg

Em grupo ou individual?

A Psicoterapia é realizada individualmente.

 

Em grupos, realizo outros formatos terapêuticos, com conteúdos e abordagens específicos (dê uma olhadinha nas nossas inspirações para você, aqui mesmo no site!).

shutterstock_113785486 (Cópia).jpg

Sou flexível quanto à periodicidade, respeitando plenamente o chamado do coração de cada cliente e sua disponibilidade para o processo, mas estimulo a consciência de que há de se ter disposição e constância para o progresso e evolução.

 

Meu propósito e empenho é atuar para que o cliente tome seu “cetro de poder” e força nas escolhas e decisões de vida, com autonomia, independência e autorresponsabilidade, compreendendo que seu autoconhecimento é um compromisso íntimo, pessoal e intransferível.

 

Meu papel como psicoterapeuta é estar ao lado, junto, em verdadeira companhia e genuína parceria!!

Te recebo com amor e respeito!!

 

Sonia Monteiro

CRP – 06/35.772-4