• Sonia Monteiro

Ser HUMANO ou Estar Humano no SER....

Estou aqui novamente, de novo, nesse mesmo lugar, nesse mesmo momento, escarafunchando meu coração, tentando arrumar as gavetinhas e deixar tudo em ordem para avançar mais ciclos, mais uma vez ouvindo uma musica que me emociona, de novo abrindo as portas do armário onde guardo todas as minhas emoções, sentimentos, lembranças, paixões, amores....

Eu que achava que Ser Humano era meio complicado, agora me dou conta que difícil mesmo é Estar Humano no SER...


Ser Humano é assim, guardado em segredo, deitado no macio, protegido por tudo que foi acreditado, é achar que foi bom, pensar que lá fora desse lugar é que acontecem as coisas, onde estão os culpados...


Nesse lugar se chorar, vem alguém consolar, se rir, tem muitos juntos a olhar, se as coisas acontecem, ufa!!! Se não acontecem Óhhhh!!! É onde se pode ficar rodeado de muitos, onde as dores doem e não saram, mas é bom, assim alguém se compadece, é onde se pode ser vítima do destino...


A esse lugar chamamos de zona de conforto, outros de caverna, alguns de quadrado, ultimamente conhecemos como Ilusão, Inconsciência...


Em algum dos dias do passado, uma firme decisão, vou sair daqui....

Afinal como diz Fabio Junior “Não posso passar pela vida sem saber quem sou...”


Inicia-se uma longa caminhada, olhando pra trás uma vida inteira, um passado, uma longa história, olhando a frente apenas um sonho...


Em algum instante desse caminho, uma despedida de tudo que passou, olhando a frente um nada...


Em muitos outros momentos, perdas, pedaços de mim se soltando e se diluindo e no lugar surgindo pontos de luz...


Os pés não são mais sentidos, as mãos mais estendidas, enfim, uma sensação de flutuar, sem chão, uma soltura, um espaço grande demais, mas muito tarde para se lembrar do quadrado, voltar é impossível e também não desejado...


O controle que se foi, as ilusões que se dissiparam, o corpo é pequeno, eu sou grande, já não me cabe mais...

ME VEJO....Sou LUZ....


Solidão, solitude, inteireza, totalidade, imensidão...Mas dolorido encontro...


Como um holograma em movimento, de rotação e translação, um abraço com a mãe terra, consonância de batimento do coração...


Nesse ritmo, agora percebo que tudo chega e vai, outros inteiros ou não, vem e vão, não importa quanto tempo leva...


O tempo é outro, lento e rápido... É assim, EU SOU e estou... Neste espaço, penso, sinto, crio, aprendo, realizo, concretizo, materializo, sonho e me sinto...


É nesta imensidão que sinto o AMOR, e percebo que este estado que tanto persigo, que cheguei ao encontro marcado há tanto tempo, e aprendo que ele é muito maior do que eu imaginava, que não está em ninguém além de mim, que não está nesse ou naquele, mas sim em todos, que não é menor ou maior, simplesmente É...

Sinto a expressão incondicional, pois simplesmente acontece, é uma semente que cai de onde não se vê, cai em solo fértil, brota, nasce e cresce, simplesmente assim...


E como esse holograma em movimento, totalmente de luz e amor, sentindo a brisa de quem passa e não fica é que me dou conta do Universo que sou...


Mistura-se dor e amor, alegria e tristeza, sombra e luz, masculino e feminino, Deus e Deusa, aspectos de mim, fim e começo, nascimento e morte, altos e baixos...


Aceito tudo o que vem, de bom ou nem tanto, aprendo, me inconformo e me conformo, sinto gratidão sempre, me acolho, me perdôo, me amo...


Reconheço minha fragilidade e minha força, meu medo e minha coragem, minha busca e meu encontro, o que tenho e o que não tenho...


Decido, não me afasto mais de mim...

E este encontro comigo, um abraço em minha própria alma, no centro de minha própria LUZ, eu SEI, só pude ESTAR humana, porque posso SER...

E neste estado cheguei por soltar, deixar fluir e receber do Universo tudo que precisei, muito chorei, mas pedi e me foi concedido...


E tudo que precisei me foi estendido por mãos amigas, de anjos....


Com muita gratidão por todas estas mãos, que me deram, que me tiraram, que me acariciaram, me acenaram, me sustentaram, que se uniram em oração a mim....


Continuo no caminho, aprendendo a ESTAR humana, a lidar com a natureza Humana, a contribuir com o SER HUMANO...

ESTOU PRONTA para novos passos em minha direção..


Desejo a todos que estão por perto, poder, força, coragem, prontidão e comunhão, para enfrentar o que vier, mas que tudo aconteça nas Ordens do Amor e que a Paz e a Luz estejam presentes em seus corações, que estejam inteiros e que sejam integrais!!!



Honradamente



Sonia Monteiro





0 comentário