• Sonia Monteiro

Retrovisor!!


Em diversos momentos da vida, alguns mais intensos e desafiadores, estimulam a um balanço daquilo que já foi, eu costumo chamar de olhar no “Retrovisor”.


Neste exercício de recapitulação de passado, nem sempre tão longínquo, encontramos superações, aprendizados, memórias que pertencem a nossa história, que são poderosas fontes de resgate de nossas forças, resiliência, persistência e coragem.


Fazer isso em momentos que se está vendada por angústias, preocupações, sem achar saídas para situações presentes, pode ser muito útil na plotagem de aspectos seus já conquistados antes, que precisam ser reativados no “Agora”.


Inclusive percebendo que você percorreu novas jornadas neste entremeio de tempo, angariou novos recursos, experimentou novas ferramentas, desenvolveu mais musculatura emocional.


Eu aqui, sou uma apaixonada por fotografias, registros do tempo, de algum tempo...


E além do pensamento, do meu elemento Ar, intenso no meu mapa, da mente dinâmica e acelerada que me rende boa parte das minhas dores de cabeça, costumo voltar aos arquivos destes registros do tempo.


A relevância das experiências, a profundidade, a importância e a contribuição destas para sua vida, evidentemente depende do quanto você se abriu, desfrutou e se dedicou.


Entre 2005 e 2007, disciplinadamente me dediquei e mergulhei profundamente em mim, num curso de Expansão de Consciência, onde o registro destas fotos aconteceram sob o olhar de alguém dedicado, sensível e muito discreto.


Não era moda fazer de conta que não está vendo o clique da foto, não era moda se distrair de si, para compulsivamente fazer fotos, fazer selfies e exibir um roteiro de vida bacana, não era moda transformar a própria vida num reality show, montando literalmente momentos que parecem felizes e espontâneos, não era moda a febre das redes sociais.


Portando foram registros autênticos, livres, sinceros...


Ahhh mas as emoções alí escondidas, essas sim consigo recordar ao ver uma brevíssima interrupção do tempo.


Ao rever, bateu uma saudade grande sabe...De todos os envolvidos durante uma época, de um processo, gente tão especial, gravada no coração amorosamente...Mas bateu também uma saudade de mim, de tudo que eu era, de tudo que enfrentei, dos medos, das tristezas, de tudo que era tão novo, do desconhecido muitas vezes assustador...


Foi muito bom passar um tempo com aquela que eu era, lembrar de tudo que dei conta, superei e construí e “recontar” pra mim mesma...


Neste período tem detalhes tão sutis, como por exemplo alguém se importar a ponto de lhe cobrir...


Vejo um rosto cansado, emocionado, concentrado, debaixo de chuva, sol, comandos, respiração consciente, inúmeros e inúmeros exercícios. Também risos, abraços, emoções tão vívidas e vividas alí...


Nesta época eu ainda não era Terapeuta, mas hoje após 12 anos de virada de carreira, aprendi sistemicamente a honrar o caminho.


Por isso senti um chamado para esta partilha, para honrar no agora, este trecho importante da minha jornada, honrar as pessoas, o professor e principalmente a mim mesma por ter assimilado, por ter feito valer a pena e aprendido!!


Em momentos de Crise...Lembro que são Crises de Transformação...Que nos leva a introspecção, momentos de recalibragem (como dizem os Arcturianos), momentos de silêncio para ouvir a Sabedoria registrada na pele, na alma, no Espírito (como me fala Thoth), também momentos de saudosismo do que ainda vive em mim!!


Gratidão a tudo isso....Sigo em frente e avante...

Se eu me perco, eu também me acho!!

Sonia Monteiro

0 comentário