• Sonia Monteiro

Constelação Interdimensional Sistêmica: Nem tudo é o que parece ser!!

Diante esta foto eu sou a Neta...

Diante o meu Sistema, eu pertenço, sou tudo que vivi, nas várias vidas da minha alma...

Diante o Campo das Constelações, eu sou uma Pária, não sigo ninguém e admito, sigo sim, meu Espírito, meus instintos, intuições, meu coração que é meu mestre e meu próprio destino...

Honro todos os ancestrais e professores que deixaram um legado para aprender, em todos os níveis e direções...E honro a Fluidez da liberdade de Ser e de Pensar...



O Olhar Sistêmico pode contribuir para sair de porões internos, aqueles onde somos colocados na infância.

Possibilita alguma distância segura das situações, pois tudo que fica muito perto ou muito longe, ou mesmo permanecer dentro, como são os emaranhamentos sistêmicos, dificultam a percepção, mas algum distanciamento facilita Ver, de forma mais neutra e assim ajuda a perceber o outro com humanidade, nem demonizando, nem santificando ninguém.

Ninguém é vítima do Sistema, mas é sim vulnerável a ele, que pode se manifestar como uma avalanche, até que possa sair da indignação daquilo que vê, das inúmeras histórias nefastas do que veio antes, recolher o julgamento a partir de pontos de vistas automáticos e coletivos e então apaziguar, pacificar e soltar, haja vista, inclusive, que negar, ou querer exorcizar as histórias, não mudará o fato de pertencer ao fluxo, de descender disso tudo.

Mas também, não significa “aceitar que dói menos”, isso seria apenas conformismo e fuga, pois a aceitação é possível sim, após a auto permissão de sentir o que está dentro de si, sem culpa e/ou medo daquilo que sente.

A Vida não é linear, e nós vivemos a vida a flor da pele, oscilamos em nossa natureza humana, não somos o mesmo do começo ao fim, não somos os perfeitinhos que desejamos ser, somos a soma de tudo, aliás nem somos, apenas estamos...

Estamos percorrendo uma linha imaginária de tempo, somando experiências de alma, encontramos outros tantos seres, que também estão em suas trajetórias, e passamos por várias “Vidas”, levando bagagens e angariando mais conteúdo.

Portanto, o quanto mais rápido entendermos que estamos de passagem e cada um carrega o tanto de si que dá conta de perceber, pode então, desfrutar da colheita e ter mais clareza e consciência da plantação.

É tão libertador!!

E ao aprender, pode plotar o conhecimento em diversas situações, facilitando sinapses novas, mais eficazes, de livre pensamento.

Principalmente, dar um basta nos padrões que lhe incomodam em variados graus e te adoecem, te fazem sofrer...

Um adultecer!!

Esta foto é dos meus avós maternos, eu conheço um tanto da história deles, não sei se muito ou pouco...

Hoje em dia, em função de meu papel como Psicóloga, Terapeuta e Consteladora, obviamente sinto curiosidade de saber mais sobre a história, já que é a fonte de mim mesma, mas neste momento, o mais importante que quero refletir, é que olho esta imagem, e escolho, veja bem: Escolho, ver a beleza, ver os sonhos, a esperança de dias melhores, isso pode ser verdade, ou não...

No Rito de Passagem de um Casamento, pode conter tanta coisa ao mesmo tempo, boas ou não, mas eu aqui, não mudo a história deles, sou fruto disso, mas posso acolher seja o que for, pois me dei permissão para expandir meu coração, posso enfim, concluir, mudando parâmetros, aceito, mas não sofro mais.

Me dei permissão para validar minhas emoções e sentimentos, mas atingi o momento do “Basta” e me viro pra frente com respeito e dignidade, para seguir com autonomia.

Eu compreendo, mas não tomo mais pra mim responsabilidades impossíveis...

Sigo me Curando, aprendendo e progredindo, com reverência a meu Sistema!!

Olho o Sistema de todos que chegam a mim, deste meu lugar de hoje, que não é mais o mesmo de ontem, com Compaixão e Respeito, afinal quem sou eu para julgar??

Sou apenas uma Descendente disposta a olhar...

E quando eu Olho eu VEJO...

E quando eu VEJO, passa a existir para mim e o que existe para mim, posso então transformar!!

Como me conecto profundamente a um Ser Pássaro e Sou Ar, sigo experimentando Vôos e aqui do meu lugar, minha intenção é contribuir para que VOCÊ ABRA SUAS ASAS...


Com Amor e por Amor...

Sonia Monteiro




0 comentário